quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Faça sua festa


Quis escrever sobre o carnaval, mas não conselhos para as pessoas (não sou a melhor pra isso) e sim algumas sugestões. Quis escrever sobre a história e números reais. Esse blog, criei pra isso, para escrever e desde já, agradeço a você que lê.

Como muitos sabem, mas pode ser que nem todos, o carnaval existe desde a Grécia antiga, e eram festas destinadas aos inúmeros deuses gregos, como forma de gratidão do povo, pela fartura recebida.
A igreja instituiu a Semana Santa para finalizar o período de 40 dias de privações e penitências que seus fiéis realizavam e assim, incentivou que as reuniões acontecessem colocando fim à quaresma e dando início a um período de muita festa para o povo.

Assim como hoje, imagino quando leio na história, que as festas que incentivam esses momentos alegres, de muita comida, bebidas, danças, tinham conseqüências devastadoras, como podemos constatar nos nossos dias, no Brasil.

Quando criança certa vez eu fui espiar, sem o consentimento de minha mãe, a festa de carnaval das crianças no salão da igreja católica. Me pareceu uma festa alegre, mas desde cedo, com muito empurra-empurra e muita confusão.

Diversos sites trazem notícias no pós-carnaval, das conseqüências das atitudes irresponsáveis de muitos. A polícia é acionada e tem que dar conta do recado. São flagrantes, chamadas por perturbação ao sossego alheio, solicitação de policiamento nas ruas devido vandalismo, ocorrências de trânsito, agressões, pessoas em atitudes suspeitas, arrombamento de estabelecimentos e moradias, ameaças de violência, danos ao patrimônio público e privado, desacato a autoridade, furtos, lesões corporais, detenções por porte de drogas e uso de entorpecentes e a lista não tem fim...

Por isso, para alguns que seguem para se “divertir” do modo como citei, o carnaval pode parecer um momento de liberdade. Para o Turismo, os músicos, bandas, trios elétricos, escolas de samba, isso pode parecer bastante lucrativo.

Mas para uma parcela da população, significa um grande número de pessoas estranhas em sua cidade, muitas vezes significa falta de suprimentos como alimentos que em algumas capitais chegam a custar até 50% mais caros.

Retirar-se desse ambiente para buscar algo diferente talvez seja uma excelente opção pra você que está cansado de enfrentar horas de trânsito e inconvenientes.

Retiros espirituais costumam levar grandes palestrantes, costumam ter programações esportivas e atividades bastante alegres, e além disso tem como objetivo conduzir pessoas, ao relacionamento com Deus.

Práticas esportivas, hotéis fazenda, momentos em família também são uma excelente opção pra você que não quer envolver religião com a data. Organizar a casa e descansar para os que trabalham pode entrar na lista.

Bom, desejo que você possa ter boas idéias, boas opções de lazer sem precisar gastar muito, nesses dias de pausa no país e meu desejo é que você se lembre de que suas atitudes podem ter conseqüências positivas ou negativas na vida dos outros, dependendo do que você tenha escolhido fazer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário